Taste

Espaço Espelho D’água – A Gastronomia e a Cultura

É um dos três edifícios que restam da Exposição do Mundo Português de 1940 o restaurante Espelho D’Água, projetado pelo arquiteto António Lino, mesmo ao lado do Padrão dos Descobrimentos e em cima do rio Tejo, é um espaço onde a gastronomia, a arte, a música e a interculturalidade, estão presentes neste local único e inspirador.

A começar pela entrada principal, que nos recebe com uma lindíssima calçada portuguesa criada a partir de um desenho do artista angolano Yonamine. 

O que nos move, para além do local, é a  ementa de fusão, pratos e sabores inspirados nos tão ricos ingredientes tradicionais, utilizados nas várias gastronomias portuguesas, brasileiras, africanas.

Os Moodernists aconselham alguns pratos que tem de experimentar.

Fotografias: Espaço Espelho D’Água

Arroz de pato Espelho D’Água

Ceviche de bacalhau

Atum Braseado

Na parede principal do restaurante, numa zona mais intimista, encontramos uma pintura-mural do artista americano Sol Lewitt (de 1990), cujo painel foi desvendado no processo das obras e restaurado. Veja aqui o restauro

A parede que divide a cafetaria da cozinha é toda coberta por um jardim vertical – com 60 espécies de plantas tropicais – projetado pelo designer Michael Hellgreen – que criou um jardim que envolve cerca de 100m2 de parede.

Este é um dos locais, em Lisboa que vale a pena passar e visitar, seja para ouvir um concerto, ver uma exposição, desfrutar de uma ótima refeição ou simplesmente sentar-se nas tão cobiçadas cadeiras de lona e contemplar o espelho e o rio. Se ainda não passou por lá…..é uma boa altura para o fazer! Bom apetite!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*